Quinta, 15 de novembro de 2018
89 98106-9327
Municípios

11/09/2018 ás 10h26 - atualizada em 11/09/2018 ás 20h54

JEFERSON FERREIRA

Corrente / PI

Legislativo da cidade de SÃO GONÇALO debate iluminação pública
O projeto de lei já tramita na Casa há anos e nunca foi aprovado; veja o que disse os vereadores
Legislativo da cidade de SÃO GONÇALO debate iluminação pública

Aconteceu na noite desta segunda-feira (10), a Sessão ordinária da câmara municipal de vereadores da cidade de São Gonçalo do Gurguéia, onde estiveram presentes os vereadores Ricardo Ribeiro Bastos (MDB) presidente da casa, Lucas Custódio da Silva (PP) 1º secretário, Orison Magno Lira Fonseca (PRTB), Alessandro da Silva Custódio (PT) e João Ribeiro Gama Filho (PT). Alguns populares se fizeram também presente na sessão, entre eles o Senhor Arenaldo que participa diariamente das atividades do legislativo. O presidente da casa saudou os populares e deu inicio as atividades da casa, o primeiro secretário fez a leitura da ata que foi aprovada por todos.


O senhor Arenaldo fez uso da palavra e disse que o povo brasileiro está mais uma vez dando o seu voto para os mesmos corruptos que estão no poder, que o povo fala tanto em renovação mais não se tem coragem de votar em que esta chegando agora nesse meio.


O vereador João Ribeiro em relação à renovação politica, ele disse que o povo é quem deve querer a mudança, mas o que é visto nas pesquisas é a aprovação somente dos que estão lá, isso mostra que o povo na verdade não quer essa renovação. Falou também sobre o desconto sindical e pediu para que a assessora viesse explicar melhor em relação a sua legalidade e qual a sua finalidade, pois o mesmo não consegui compreender perfeitamente o seu objetivo. O vereador Ricardo disse que só aplicará esse desconto se chegar alguma notificação judicial por escrito.


O vereador Lucas questionou a descaso da administração com a iluminação pública, onde em muitas ruas não se tem iluminação e em outras ainda é possível se encontrar postes de madeira. Disse também que esteve na localidade Saco Fundo e o perguntaram aonde iria acontecer à votação presidencial, a sua resposta foi de que seria no colégio como de costume e o morador disse que havia uma viga rachada e ninguém queria entrar na escola, o vereador lembrou que tinha uma promessa de reforma desse prédio e que o gestor deve fazer algo antes das eleições.


O vereador Alessandro repudiou e refutou a tese proferida pelo secretário de Minas e Energia do Piauí Luís Coelho, onde foi dito que havia estado em São Gonçalo diversas vezes e que em uma data memorável que foi a votação para ser aprovada o projeto de lei, ele publicamente afirmou que convenceu os parlamentares a votarem os 3% do INSS, e que isso não é verdade. O mesmo conclui que não tem certeza dessas visitas, mas afirma que o mesmo faltou com a verdade quando afirmou ter convencido a casa de uma decisão que já estava tomada firmada por todos os vereadores da casa.


O vereador Ricardo disse que durante a sua presidência não será colocar para votação o projeto de lei da Cosipe enviada pelo gestor, que diz respeito a transferência de responsabilidade sobre o pagamento da iluminação pública, pois contradiz com a realidade local e ainda falta um estudo que é algo necessário prescrito em lei. “Para se pagar essa taxa, a iluminação deve chegar a todos, um dos vereadores não tem esse serviço na porta de sua casa e o outro foi ele mesmo quem instalou um poste de madeira e puxou a energia, a prefeitura quer cobrar a taxa, mais não faz melhorias para ser justa e correta essa cobrança.” Finalizou o Ricardo.


Ambos os vereadores falaram sobre o dia do Evangélico e repudiaram a atitude do prefeito que está se negando a ajudar o evento por motivos religioso, pessoal e político. Os mesmos ficaram de analisar a lei e tomar as devidas providencias para que o evento que é um marco importante para o município não seja prejudicado. Sem nada mais a ser proferido o presidente deu por encerrada a Sessão.

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
São Gonçalo do Gurgueia-PI

São Gonçalo do Gurgueia-PI

Blog/coluna Notícias da cidade.
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados