Terça, 23 de outubro de 2018
89 98106-9327
Policial

05/10/2018 ás 07h39 - atualizada em 05/10/2018 ás 08h56

FIDELES LEAL

Bom Jesus / PI

Homem mata ex-mulher com golpes de chave e toma veneno
O caso chocou os moradores de Monsenhor Hipólito.
Homem mata ex-mulher com golpes de chave e toma veneno
Chave usada no crime

Um caso de feminicídio chocou os moradores da zona Rural de Monsenhor Hipólito, distante 369 quilômetros de Teresina, nessa quarta-feira (3). Uma mulher, identificada como Maria Rosilene de Lima, 43 anos, foi morta a golpes de chave de roda de caminhão enquanto dormia. O suspeito do crime é o ex-companheiro da vítima, José Nogueira Ferreira, conhecido como Zé Polino. 


Após o crime, José Nogueira ingeriu quase meio litro de veneno. A Polícia Militar informa que o suspeito ainda foi socorrido, mas morreu no Hospital Regional Justino Luz, em Picos. 


O cabo Jefferson Bezerra, comandante do Grupamento da Polícia Militar de Monsenhor Hipólito, informou aoCidadeverde.com que Maria Rosilene foi atingida na cabeça enquanto dormia em uma rede, “sem possibilidade de defesa”. O crime tem características de feminicídio. A vítima trabalhava na roça e tinha dois filhos[de 4 e 6 anos] que estavam na casa no momento do crime. 


O cabo Jefferson afirma que um dos filhos da vítima presenciou o crime. Quando a polícia chegou ao local da ocorrência, as crianças estavam na casa de vizinhos, assustadas.


Ainda de acordo com Informações levantadas pela polícia, José Nogueira e Maria Rosilene tiveram um relacionamento afetivo e atualmente estavam separados. A Polícia Civil deve investigar o caso.

FONTE: Cidade Verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados