Sexta, 16 de novembro de 2018
89 98106-9327

28º

Min 25º Max 36º

Parcialmente nublado

Teresina - PI

às 22:29
Geral

08/11/2018 ás 08h05 - atualizada em 08/11/2018 ás 10h57

JEFERSON FERREIRA

Bom Jesus / PI

Senado aprova salário de R$ 39 mil para ministros do STF
Dos três senadores que representam o Piauí, apenas Regina Sousa (PT) votou contra o aumento.
Senado aprova salário de R$ 39 mil para ministros do STF

O Senado Federal aprovou nessa quarta-feira (07) o reajuste salarial de 16,38% dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do titular da Procuradoria-Geral da República, cargo ocupado atualmente por Raquel Dodge. O salário dos magistrados hoje é de R$ 33,7 mil e passará a ser de R$ 39,2 mil.


A proposta havia passado pela Câmara dos Deputados e estava parada na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado havia dois anos. A votação terminou com o seguinte placar: 41 votos a favor do reajuste, 16 contra e uma abstensão. Agora, a proposta seguirá para o presidente Michel Temer, a quem caberá aprovar ou rejeitar o projeto.


        O aumento nos salários dos ministros gera um efeito-cascata nas contas, porque representa o teto do funcionalismo público. Caso o limite seja alargado, aumenta também o número de servidores que poderão receber um valor maior de gratificações e verbas extras que hoje ultrapassam o teto. Segundo cálculos de consultorias da Câmara e do Senado, o reajuste poderá causar um impacto de R$ 4 bilhões nas contas públicas, considerando o Executivo, Legislativo, Ministério Público e também os estados da federação.


      Nesta quarta, o presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou que este não era o “momento” de se ampliar despesas. Ele também declarou ver o aumento de gastos “com preocupação”.


Dos três senadores que representam o Piauí na bancada, apenas Regina Sousa (PT) votou contra o aumento. Ciro Nogueira (Progressistas) e José Amauri (Podemos), que representava Elmano Férrer, votaram a favor da medida.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados