Preços baixos é na loja ASTRO-REI de Bom Jesus, realize o seu sonho agora mesmo...
Dr. Máximo Guerra
Senac - top
Casas Bhaiana
Rechaud top
CORRENTE-PI

Acusado de matar ex-namorada em Corrente vai a júri popular

Crime aconteceu no ano de 2009.

10/01/2019 08h02Atualizado há 5 meses
Por: Renato Ribeiro
Fonte: Cidade Verde

Está marcado para o próximo dia 23 de janeiro, o júri popular do professor e advogado acusado de matar a ex-namorada e depois tentar suicídio no município de Corrente, em 2009. O professor Arnaldo Alves Messias é suspeito de matar a professora Adriana Macedo Borges dos Santos com um tiro na cabeça e depois tentar se matar também com o disparo na cabeça. O crime que teve grande repercussão aconteceu no dia 8 de setembro e o julgamento acontecerá no Tribunal do Júri, no Fórum da Comarca de Corrente, às 9h.

A advogado de defesa de Arnaldo, Joaquim Magalhães, afirmou que a alegação da defesa é de que o disparo foi acidental e que não houve intenção premeditada de matar a mulher.  O advogado também disse que o irmão de Arnaldo, Renato Evilásio Alves Messias, que também é acusado no processo, não está envolvido no crime. Segundo a acusação, Renato teria atraído a vítima para um encontro com o irmão, onde logo depois ela foi baleada.

A defesa também informou que Arnaldo está atualmente respondendo ao processo em liberdade e que faz tratamento médico. “Ele tem hoje dificuldade de falar e faz tratamento em razão das sequelas causadas pelo tiro que desferiu contra ele mesmo no dia do crime”.

Juiz Carlos Marcelo Sales Campos, da comarca de Corrente, é o responsável pelo processo.

Entenda o caso

O crime aconteceu dentro da faculdade onde tanto a vítima quanto o acusado lecionavam e as informações de testemunhas é que o relacionamento entre os dois havia acabado dois meses antes do ocorrido. Há informações também que Adriana chegou a ser levada para o hospital da cidade, mas não resistiu.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.