Preços baixos é na loja ASTRO-REI de Bom Jesus, realize o seu sonho agora mesmo...
Dr. Máximo Guerra
Vaquejada
FEIRÃO
Rechaud top
Senac - top
Casas Bhaiana
GILBUÉS-PI

Oliveira Neto solicita retorno de unidade da Cepisa ao município de Gilbués

Foram explanadas pelo deputado as dificuldades que as comunidades enfrentam com a ausência da unidade.

20/03/2019 09h58Atualizado há 3 meses
Por: Renato Ribeiro

A empresa Cepisa Equatorial, que administra o abastecimento e a manutenção da energia elétrica do Piauí, recebeu das mãos do deputado Estadual Oliveira Neto (PPS), o requerimento de solicitação do retorno da unidade ao município de Gilbués, no Sul do Estado. O documento foi entregue ao representante da empresa, Arquelau Amorim, nesta terça-feira (19), durante audiência pública na Assembleia Legislativa (Alepi).

Na solicitação do parlamentar, que contou com o apoio e presença do líder político Cláudio Bucar, de Monte Alegre do Piauí, foram explanadas as dificuldades que as comunidades enfrentam no dia a dia com a ausência da unidade no município.

“Estamos atendendo um pleito da região de Gilbués e Monte Alegre do Piauí, que consiste na solicitação de retorno da unidade da Eletrobrás, hoje Cepisa Equatorial, ao município de Gilbués”, explicou o deputado Oliveira Neto.

Ainda de acordo com o deputado, há em seu requerimento, a alternativa da empresa também estudar a implantação de um posto na cidade vizinha de Monte Alegre do Piauí. “Ou a empresa reativa a unidade em Gilbués, ou implanta um novo posto no município de Monte Alegre. O que não podemos aceitar é ficarmos vendo as mães e pais de família da região tendo que enfrentar até 150 km de estrada para resolver suas demandas com a empresa em municípios distantes”, pontuou.

O deputado também aproveitou a audiência para se colocar inteiramente à disposição dos interesses dos trabalhadores da Cepisa Equatorial que reivindicam a PEC do Remanejamento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.