Preços baixos é na loja ASTRO-REI de Bom Jesus, realize o seu sonho agora mesmo...
Arraiá UNOPAR
Senac - top
Rechaud top
REDENÇÃO DO GURGUÉIA

Operação Déspota: DELANO segue ‘encrencado’ na Justiça

Ao seu lado o vereador e agora blogueiro Ampário Gil, que sonha em ser o candidato a prefeito apoiado pelo inelegível.

15/04/2019 11h44Atualizado há 2 meses
Por: João Victor

Em julho de 2016, foi deflagrada a “Operação Déspota”, maior esquema de corrupção já deflagrado em Redenção do Gurgueia e que resultou na prisão do então prefeito Delano Parente. A operação investigava crimes de fraude em licitações, um esquema criminoso que, segundo o MPE, teve a participação de outras 40 pessoas; mais de 10 foram presos. Ainda segundo o MPE, há indícios de desvio de mais de R$ 16 milhões, causando uma crise sem precedentes no município, que sofre as consequências do desvio de recursos públicos até hoje.

Passados quase três anos da operação, Delano Parente segue “encrencado” com a Justiça. Amanhã (16), terá de comparecer na Comarca de Bom Jesus para audiência de instrução e julgamento, após um mandado de intimação despachado pelo Juiz de Direito Thiago Brandão de Almeida.

O ex-prefeito continua insistindo na tese de que o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado estavam equivocados, e que o mesmo não teve participação no desvio de recursos públicos.

Ao lado de seu grande amigo, o vereador Ampário Gil, Delano Parente tem feito de tudo para novamente se destacar na mídia, já visando as próximas eleições. Ampário Gil, que tem o seu sonho de ser o candidato a prefeito apoiado pelo inelegível Delano Parente, tem feito de tudo para comprar “confusão” com o atual prefeito Dr. Macaxeira, afim de crescer nas pesquisas e viabilizar sua candidatura. Ampário Gil agora é também blogueiro de um portal que  vive exclusivamente para cassar os defeitos do atual gestor.

O parlamentar lidera uma oposição que, desde de o início da gestão, tem bombardeado o prefeito Dr. Macaxeira.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.