domingo, 19 de agosto de 2018
89 98106-9327
Policial

31/07/2018 ás 21h12 - atualizada em 31/07/2018 ás 23h09

Redacao I

Bom Jesus / PI

Prefeito cassado de Manoel Emídio é preso pela Polícia Civil
Momentos antes de ser afastado, gestor desviou dinheiro da conta da Prefeitura e pode pegar até 12 anos.
Prefeito cassado de Manoel Emídio é preso pela Polícia Civil

O ex-prefeito de Manoel Emídio (PI), José Medeiros da Silva, afastado do cargo em maio deste ano, foi preso pela Polícia Civil na tarde desta terça-feira (31). Desta vez, o prefeito cassado é acusado de desviar dinheiro da Prefeitura horas antes de deixar o cargo após ser cassado.


José Medeiros foi preso em sua residência em Manoel Emídio em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz Sandro Francisco Rodrigues, tendo a prisão sido realizada pelo delegado Yan Brayner. O ex-gestor foi levado à Casa de Detenção Provisória Dom Inocêncio Santana, em São Raimundo Nonato (PI).


A prisão foi pedida pelo Ministério Público do Piauí (MP-PI), através do promotor José William Pereira Luz, da promotoria de Canto do Buriti. De acordo com a investigação, José Medeiros da Silva, quando ainda era prefeito fez a transferência de R$ 234 mil para o escritório de advocacia Wyttalo Veras Sociedade Individual de Advocacia, e duas operações totalizando R$ 139 mil para empresa NB Pereira Construções, todas as transferências feitas por volta do meio-dia do dia 24 de maio deste ano, momentos antes de ser cassado o seu mandado de prefeito.


Antes disso, em 21 de fevereiro deste ano, os vereadores da Câmara Municipal de Manoel Emídio cassaram o mandado do prefeito por desvio de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), além de gastos excessivos com combustível e ‘superfaturamento’ na locação de veículos para Prefeitura.  


Além do ex-prefeito, o irmão dele Ailton Medeiros da Silva – que era secretário de Finanças teria ajudado nas transações. Pelo crime de apropriação indébita e desvios de dinheiro público, o ex-prefeito pode ser condenado há 12 de prisão.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados