'Operação Santo Antônio' resulta em quatro prisões na cidade de Redenção

Nessa 1ª etapa da Operação foi apreendido um veículo roubado. Redenção vive momentos de insegurança.

Por REDAÇÃO B1 13/04/2018 - 09:00 hs

A Polícia Civil, representada pela 23ª Delegacia Regional, localizada em Bom Jesus, deflagrou ontem (12) a 1ª etapa da Operação Santo Antônio. Ela visa coibir a onda de violência que assola a cidade de Redenção do Gurguéia e devolver a paz e a ordem aos seus cidadãos.

Diante deste cenário, a Equipe de Investigação foi acionada para identificar e qualificar os envolvidos com o tráfico de drogas, roubos, furtos, dentre outros crimes cometidos naquela região. Diante das provas colhidas, a Autoridade Policial representou pelas prisões preventivas de alguns deles, solicitação esta prontamente atendida pelo Juiz de Direito da Comarca de Bom Jesus.

Foram presos preventivamente JAIRO MOREIRA DO ESPIRITO SANTO, o “JAIRÃO”, e HELVES DE SOUSA BARRETO, o “HELVIM”. Vale ressaltar que Helves estava no interior de um veículo de procedência duvidosa e conduzido por OSMAEL FERREIRA RODRIGUES. Encaminhado à Polícia Rodoviária Federal, constatou que o carro fora roubado em Brasília-DF e ostentava placas de Goiânia – GO. A Autoridade Policial deu-lhe voz de prisão e o encaminhou até esta Delegacia Regional.

Por fim, a Equipe de Investigação ainda prendeu um devedor de pensão alimentícia na secretária do Fórum de Bom Jesus. Novas etapas devem ser deflagradas em breve. Contamos com o apoio da população de Redenção. Denuncie: (089) 9 9429-6798.

ATUALIZAÇÃO

Polícia Civil de Bom Jesus prende outro suspeito na segunda etapa da Operação Santo Antônio.

Hoje Polícia Civil de Bom Jesus deflagrou a 2ª etapa da Operação Santo Antônio e prendeu JOSÉ LUIZ NUNES RIBEIRO, O DEDA. Esta ação policial tem como objetivo combater os índices alarmantes de violência na cidade de Redenção do Gurguéia - PI. Nesta etapa, a Polícia Civil de Bom Jesus cumpriu um novo mandado de prisão preventiva e intimou outros suspeitos, os quais, caso não atendam o chamado, deverão ser conduzidos coercitivamente à presença da Autoridade Policial. DEDA é velho conhecido da Polícia, já responde criminalmente por furtos e suspeito de inúmeros outros.

Fonte: Polícia Civil

Fotos: Polícia Civil.