domingo, 16 de dezembro de 2018
89 98106-9327
Política/Eleições

05/08/2018 ás 11h39 - atualizada em 05/08/2018 ás 19h15

ANDERSON CAVALCANTE

Bom Jesus / PI

Mesmo preso, Lula será candidato à Presidência da República?
Ex-presidente foi oficializado neste sábado (4) como candidato do PT.
Mesmo preso, Lula será candidato à Presidência da República?

Depois de ter oficializado neste sábado (4) em convenção nacional o nome de Luiz Inácio Lula da Silva como candidato a presidente, o PT tentará agora registrar a candidatura, embora o mesmo esteja preso desde 7 de abril em Curitiba. O ex-presidente cumpre pena em razão de condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex em Guarujá (SP).


A Lei da Ficha Limpa impede a candidatura de condenados por decisão colegiada, ou seja, tomada por mais de um julgador. É o caso de Lula, condenado por uma das turmas de desembargadores do Tribunal Regional da 4ª Região (TRF-4). Na última quarta (1º), o presidente do TSE, ministro Luiz Fux, afirmou que há uma "inelegibilidade chapada" (evidente, notória) na candidatura de Lula.


Porém, a cassação do registro de Lula como candidato se mantém uma incógnita. É pouco provável que ele consiga levar a campanha até o fim. A dúvida está em quando, exatamente, ele será tirado da disputa. Pelos trâmites tradicionais, ele precisaria se registrar até o dia 15 de agosto e só depois ser impugnado. Essa impugnação precisaria, então, ser analisada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Uma vez cassado, ainda poderia recorrer a outros tribunais superiores. Só depois da palavra final do Supremo é que ele seria, de fato, retirado da campanha. Isso leva tempo.


Mas o Supremo pode adiantar o trâmite. O ministro do tribunal Edson Fachin deve colocar em votação no plenário um pedido de liberdade feito pela defesa de Lula e, nesse mesmo julgamento, há a possibilidade de a questão da inelegibilidade também ser discutida. Dessa forma, a fase da Justiça Eleitoral seria descartada e uma decisão final sobre a candidatura poderia ser tomada ainda em agosto.


É uma decisão com forte impacto na corrida presidencial. Lula é líder das pesquisas nos cenários em que seu nome é incluído. Já nos cenários em que o ex-presidente não é apresentado como uma opção ao eleitor, o número de votos brancos, nulos e indecisos dispara. Nesses cenários, os nomes alternativos do PT ficam lá embaixo. No Piauí lula tem margens entre 60% e 74% das intenções de votos.


A convenção nacional do PT aconteceu em São Paulo. Preso em Curitiba, Lula enviou uma carta, lida no palanque pelo ator e militante petista Sérgio Mamberti. “Já derrubaram uma presidenta eleita, agora querem vetar o direito do povo de escolher livremente o próximo presidente. Querem inventar uma democracia sem povo” – cita o presidente

FONTE: Nexo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados