Terça, 19 de Outubro de 2021 03:28
89 98127-8118
Notícias BOM JESUS-PI

Programa de Alfabetização de Jovens, Adultos e Idosos está com vagas para Bom Jesus

Os estudantes matriculados no PROAJA receberão uma bolsa no valor de R$ 400.

16/07/2021 09h30 Atualizada há 3 meses
Por: Redação - Portal B1
Programa de Alfabetização de Jovens, Adultos e Idosos está com vagas para Bom Jesus

O governador Wellington Dias lançou, nesta quinta-feira (15), o Programa de Alfabetização de Jovens, Adultos e Idosos, o PROAJA, o maior programa de alfabetização já realizado no Piauí. Uma ação do PRO Piauí Educação com o objetivo de alfabetizar 200 mil jovens e adultos do Piauí nos anos de 2021 e 2022. A solenidade aconteceu de forma híbrida no Palácio de Karnak.

Os estudantes matriculados no PROAJA receberão, do Governo do Estado, uma bolsa no valor de R$400,00 para motivá-los ainda mais, serão monitorados para identificação do nível de alfabetização e, ao final, receberão certificado. São mais de R$400 milhões sendo investidos no programa.

Devidamente credenciado no PROAJA, o Instituto ATUALIZAR abriu vagas em Bom Jesus para jovens, adultos e idosos que desejem se alfabetizar. Familiares, amigos ou conhecidos de pessoas que venham a ter interesse em participar do programa devem entrar em contato por ligação ou pelo WhatsApp: 86 99459-8438, falar com a Aline. As vagas são limitadas. As aulas terão início em Agosto, ainda sem data definida.

O estado do Piauí conta, atualmente, com 16% de sua população acima de 15 anos analfabeta, um público de jovens, adultos e idosos que não tiveram sua Educação Básica garantida. O PROAJA será implementado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), com o propósito de ampliar oportunidades educacionais apropriadas à população jovem, adulta e idosa, comprovadamente analfabeta.

De acordo com o chefe do Executivo estadual, o objetivo é oferecer um suporte para que a pessoa prossiga estudando e melhore as condições de vida. “É um desafio grande, não é fácil buscar esse público, pessoa que já tem uma família, que tem que cuidar dos seus afazeres, mas estamos fazendo uma grande aposta, porque isso muda a vida. É mais do que um chamamento para aprender a ler e a escrever, que é o objetivo técnico, queremos ir além, queremos que essa pessoa possa ter acesso a condição de prosseguir estudando para ter um ofício, empreender, com uma certificação e uma condição de vida melhor”, afirmou Wellington Dias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.