Preços baixos é na loja ASTRO-REI de Bom Jesus, realize o seu sonho agora mesmo...
Center cell
kamila Vargas
Rechaud top
Senac - topo
PIAUÍ

Produção de grãos cresce e PI se consolida como 3º produtor do NE

Municípios do extremo Sul estão entre os maiores produtores do estado.

06/09/2019 08h25
Por: João Victor

O Piauí produziu em 2018, 4,23 milhões de toneladas de grãos, consolidando o estado como o 3º maior produtor da região Nordeste. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (5) pelo IBGE, através da pesquisa Produção Agrícola Municipal (PAM). O número corresponde a 1,90% do total que é produzido no país.

Municípios do extremo Sul, como Bom Jesus, Palmeira do Piauí, Currais, Uruçuí, Gilbués, Monte Alegre do Piauí, Santa Filomena e Baixa Grande do Ribeiro estão entre os maiores produtores do estado (veja nos gráfico abaixo).

Lideram a produção na região Nordeste os estados da Bahia -  com 10,06 milhões de toneladas – e Maranhão, com 4,46 milhões de toneladas. Em relação à produção obtida em 2017, a Bahia registrou em 2018 um crescimento de 24,13% e o Maranhão 0,27%. No Piauí, o incremento foi de 14,78%, já que em 2017 a produção foi de 3,69 milhões de toneladas.

As principais culturas

A produção de feijão no Piauí em 2018 foi de 93,9 mil toneladas, um incremento de 36,81% em relação ao registrado em 2017. No Nordeste, o Piauí ocupa a terceira colocação em termos de produção, ficando atrás apenas do Ceará, com 137,9 mil toneladas, e da Bahia, com 129,4 mil toneladas. A maior produção de feijão no estado foi registrada em Pio IX, com 7.500 toneladas, aproximadamente 8% da produção do estado. 

Arroz

O Piauí produziu no ano passado 109,3 mil toneladas, um incremento de 3,09% em relação a 2017. É a segunda maior produção no Nordeste, ficando atrás apenas do Maranhão, com 206,9 mil toneladas. O município com a maior produção de arroz foi o de Baixa Grande do Ribeiro, com 19.023 toneladas, aproximadamente 17,3% da produção do estado. 

Milho 

Segundo o IBGE, a produção de grãos em 2018 foi da ordem de 1,51 milhão de toneladas, um incremento de 5,46% em relação ao registrado em 2017. No Nordeste, o Piauí ocupa a segunda colocação em termos de produção, ficando atrás apenas da Bahia, com 2,26 milhões de toneladas. Uruçuí é o maior produtor com 377.018 toneladas, aproximadamente 25% da produção do estado. 

Soja

O estado produziu em 2018, 2,4 milhões de toneladas, um incremento de 22,24% em relação ao registrado em 2017. O Piauí ocupa a terceira colocação no Nordeste em termos de produção, ficando atrás apenas da Bahia, com 6,3 milhões de toneladas, e do Maranhão, com 2,7 milhões de toneladas. No estado, a maior produção acontece em Baixa Grande do Ribeiro, com 635.538 toneladas, aproximadamente 25,7% da produção do estado. 

Lavoura permanente no Piauí em 2018

O produto de maior destaque no Piauí é a castanha de caju. O estado fechou 2018 como o segundo maior produtor no Brasil, com 24.855 toneladas, o que representava cerca de 18% da produção nacional, só ficando atrás do Ceará, com 83.036 toneladas, o equivalente a 58,8% da produção do Brasil. No Piauí, em relação a 2017, a produção de castanha de caju apresentou um aumento de 45,53% em 2018.

No ano passado, o município do Piauí que mais se destacou na produção de castanha de caju foi Pio IX, com 6.101 toneladas, cerca de 25% da produção total, seguido de Cocal dos Alves, com 1.721 toneladas, 7% do total. 

A pesquisa da Produção Agrícola Municipal mensura as variáveis fundamentais que caracterizam informações sobre 64 produtos em todo o País. A pesquisa é uma das principais fontes de estatísticas municipais, levantando informações sobre área plantada, área destinada à colheita, área colhida, quantidade produzida, rendimento médio obtido e valor da produção das culturas temporárias e permanentes, com informações relevantes para os planejamentos público e privado desse segmento econômico, bem como para a comunidade acadêmica e o público em geral.

  • Produção de grãos cresce e PI se consolida como 3º produtor do NE
  • Produção de grãos cresce e PI se consolida como 3º produtor do NE
  • Produção de grãos cresce e PI se consolida como 3º produtor do NE
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.