Senac - topo
ASTRO-REI1
REDENÇÃO DO GURGUEIA

Dr. Macaxeira recebe professor da Universidade Federal da Paraíba

REDENÇÃO DO GURGUEIA-PI

23/11/2019 11h39
Por: REDAÇÃO

O prefeito de Redenção do Gurguéia Dr. Macaxeira recebeu em seu gabinete na manhã desta sexta-feira (22) o professor Daniel Oliveira Mesquita da Universidade Federal da Paraíba, o mesmo é coordenador de um projeto que estuda anfíbios e répteis, e está no município com  uma equipe composta incialmente por 11 integrantes, e  irão passar  aproximadamente 01 (um) mês estudando os anfíbios e os repetíeis da região dos baixões do São José, onde ficam concentrados as pinturas e figuras rupestres de Redenção do Gurguéia.

  Segundo o professor Daniel Mesquita, as pesquisas a serem realizadas por sua equipe, visa estudar o passado, o presente e o futuro de anfíbios e répteis da caatinga: História, Ecologia e Conservação da Herpetofauna frente às mudanças ambientais e suas informações genéticas entre outras. O professor ainda ressaltou que no mês de janeiro outra equipe formada por pesquisadores dos Estados Unidos, Sergipe, Brasília e Rio Grande do Norte também vai passar alguns dias fazendo estudos nos baixões.

     “A biodiversidade da Caatinga é uma das menos conhecidas dentre os biomas brasileiros, mas estudos preliminares indicam que ela é tão rica quanto à de biomas florestais, que recebem muito mais atenção de agências e programas conservacionistas. Durante as últimas décadas, a Caatinga foi ocupada de forma avassaladora por atividades agropecuárias e mesmo as projeções mais otimistas indicam que grande parte dos seus ambientes naturais desaparecerá dentro de algumas décadas. Modelos climáticos que incorporam as mudanças do uso da terra e a perda de hábitats predizem importantes alterações no ciclo hidrológico e do carbono, com profundos impactos sobre o clima da Caatinga. A interação entre mudanças climáticas e a perda de hábitats, aliada à negligência governamental com a conservação da biodiversidade e o uso sustentável dos recursos naturais da Caatinga, apontam para uma crise de perda de biodiversidade de grandes proporções, comprometendo seriamente a capacidade do Brasil de cumprir suas obrigações frente à Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) , assim como a capacidade da Caatinga de fornecer serviços ecossistêmicos para sustentar o desenvolvimento humano”. Destacou o professor Daniel Mesquita.

   O prefeito Dr. Macaxeira garantiu que a prefeitura durante todo esse período que a equipe ficará em Redenção do Gurguéia irá dar todo o suporte. “É de muita importância a vinda de pessoas de outros estados e até mesmo pesquisadores de outros países para fazer pesquisas, sabemos da importância da mesma, e com isso, a gestão irá dar todo o suporte necessário” destacou Dr. Macaxeira.

 A equipe de pesquisadores ficará hospeda durante esses dias na escola da comunidade São José, local que fixa mais próximo ao ponto de estudo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.