virus
LEIA A COLUNA

Ansiedade, mal do século?!

É importante saber a diferença entre a ansiedade ‘normal’ e a que merece atenção.

"Não me Jung porque tá Freud"Glicia Moura é Psicóloga clínica e hospitalar, Especialista em Saúde Mental.

04/03/2020 17h51Atualizado há 1 mês
Por: João Victor

Hoje é muito comum as pessoas falarem que estão com ansiedade, até crianças estão com esse discurso!

Temos que aprender a diferença entre a ansiedade "normal" e a que realmente precisa e merece atenção!

É normal ficarmos ansiosos mediante algum evento novo em nossa vida: uma morte, uma avaliação, casamento, viagem, festa, termino de um relacionamento, etc.; essa ansiedade faz a gente sair da zona de conforto e ir preparar estratégias para enfrentar tais situações.  Ela "ativa" o estresse positivo que faz a gente se mexer, sair do lugar, buscar ou realizar o que é necessário, nos prepara para lutar ou para fugir.

Diante disso podemos sentir palpitações, tremores, dificuldades para dormir, se alimentar e respirar, indo ao banheiro várias vezes, etc.

Normalmente após o evento, cai nosso nível de ansiedade e consequentemente o nível de estresse, então deixamos de sentir esse turbilhão de emoções.

O que merece atenção é o fato de que quando passa tais eventos, ficamos com as mesmas reações. Isso sim merece ser observado e averiguado.

Precisamos parar de "procurar chifre em cabeça de cavalo " e olhar para nós mesmos, nos conhecer para saber diferenciar tais situações. Porém se essas situações persistirem, procure ajuda de um profissional de Psicologia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.