virus
CURRAIS-PI

Forte chuva destrói estrada e arrasta caminhonetes na Serra da Laranjeira

A polícia resgatou 35 pessoas na zona rural de Currais-PI.

25/03/2020 09h15Atualizado há 5 dias
Por: João Victor

Uma forte chuva registrada na tarde de ontem (25) na região da Serra da Laranjeira, zona rural de Currais-PI, simplesmente destruiu a estrada que dá acesso ao Cerrado.

Produtores relatam que a chuva passou de 140 milímetros, podendo ter chegado a 200 milímetros. O volume de água gigantesco fez com que o açude do local “sangrasse” (a água passou por cima da barragem). A água devastou o que achou pelo caminho. Os prejuízos são incalculáveis, tendo em vista que a estrada é uma das principais vias de escoamento da produção agrícola piauiense. Caminhonetes que trafegavam pelo local também foram arrastadas pela água.

Segundo informou a PM ao Portal B1, uma equipe da Força Tática esteve no local e resgatou 35 pessoas. O SAMU de Bom Jesus e de Currais também estiveram no local. Imagens e vídeos que chegam à nossa reportagem mostram os estragos causados pela força da água. Uma caminhonete ficou submersa e uma outra está ilhada em um trecho da via.

Segundo relata em vídeo um internauta (veja no vídeo abaixo), caso o açude tivesse rompido, provavelmente o estrago teria sido muito melhor.

O prefeito Raimundo Santos, juntamente com uma equipe da Prefeitura Municipal de Currais, está se deslocando até o local para avaliar os estragos causados e tomar as medidas cabíveis e necessárias.

Veja fotos e vídeos abaixo:

Impacto para a produção de grãos

A PI-392 é uma das principais rodovias de escoamento da produção de grãos no Piauí. Segundo a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja), o desastre na rodovia impacta a economia piauiense. A PI-392 detém 60% da produção de grãos do estado, contando com o município de Baixa Grande do Ribeiro que é o quinto em produção de grãos no eixo norte-nordeste e o maior PIB per capita do Piauí.

"Veremos, agora, após todo este caos de saúde pública, qual o único setor que não para e não pode parar, ou seja, que é essencial para sociedade. Ao passo, em que é o setor mais renegado e esquecido. Verifica-se isto, pela forma que estão estas nossas estradas.  Esta é a principal rodovia de escoamento de soja do Piauí e seguramente uma das mais importantes do país pelo volume que se afunila por ela", disse o presidente da Aprosoja, Azir Pimentel. 

Nota à imprensa referente a condição atual das estradas, em especial, a PI392 que teve um trecho completamente interrompido

Não é uma situação nova, mas piora a cada ano. Nós produtores lamentamos mais uma vez este descaso com o setor produtivo do Piauí que é o grande responsável pela produção da riqueza do Piauí. É inadmissível que uma produção que ano após ano bate recordes tenha que ser escoada em condições tão adversas. Além disso a própria população dos municípios sofre com a falta de um acesso digno que praticamente inviabiliza o seu direito de ir e vir.

Vemos aí a falência total do estado em dar resposta ao setor que é base de toda economia e sociedade. A Agricultura é o único setor que não pode parar, é do campo que sai a maior riqueza do Brasil e no Piauí não é diferente e ainda assim é o o setor mais renegado e esquecido. 

A PI-392 detém 60% da produção de grãos do estado, contando com o município de Baixa Grande do Ribeiro que é o quinto em produção de grãos no eixo norte-nordeste e o maior PIB per capita do estado.
As imagens que seguem mostram as condições da principal rodovia de escoamento de soja do Piauí e seguramente uma das mais importantes do país pelo volume que se afunila por ela.

  • Forte chuva destrói estrada e arrasta caminhonetes na Serra da Laranjeira
  • Forte chuva destrói estrada e arrasta caminhonetes na Serra da Laranjeira
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.