Sábado, 26 de Setembro de 2020 12:56
89 98127-8118
Dólar comercial R$ 5,55 0.8%
Euro R$ 6,47 +0.49%
Peso Argentino R$ 0,07 +1.02%
Bitcoin R$ 63.190,16 +0.019%
Bovespa 96.999,38 pontos -0.01%
Notícias BOM JESUS-PI

Bom Jesus: Secretaria de Saúde presta conta dos recursos recebidos

Veja como o município tem utilizado os recursos no combate à Covid-19.

02/06/2020 15h23 Atualizada há 4 meses
Por: Redação
Bom Jesus: Secretaria de Saúde presta conta dos recursos recebidos

Durante a coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira (02), que contou ainda com a presença do prefeito Marcos Elvas, a secretária de Saúde de Bom Jesus, Clédja Benvindo, prestou conta dos recursos recebidos pelo município para prevenção e combate ao novo coronavírus.

Os dados apresentados mostram que o município recebeu até o momento o município recebeu aproximadamente 664,5 mil reais, dos quais mais de R$ 71 mil foram gastos com equipamentos de proteção individual e coletiva, R$ 149,1 mil gastos com aquisição de testes rápidos, medicamentos, termômetros digitais, dentre outros materiais de relação direta com o coronavírus, além de R$ 83,5 mil com despesas de pessoal, incluindo aqui R$ 70 mil de insalubridade para os profissionais da saúde que atuam na linha de frente. Os gastos até aqui totalizam, portanto, aproximadamente R$ 305 mil. Veja a prestação de contas detalhada ao final da reportagem.

Em suas falas, o prefeito Marcos Elvas destacou, entre outras coisas, o importante trabalho desenvolvido pelos profissionais de saúde que atuam no Centro Covid, que segundo o gestor recebe um investimento mensal de R$ 200 mil, o que totalizará até dezembro cera de R$ 2 milhões.

O gestor disse ainda que trata-se de Fake News as informações de que o município já teria recebido mais de R$ 2 milhões para combate à pandemia e que cada cidade receberá mais dinheiro por caso ou óbito confirmado.

O mesmo lembrou que foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro uma ajuda financeira aos estados e municípios, onde Bom Jesus receberá aproximadamente R$ 2,4 milhões, que serão divididos em quatro parcelas mensais, dinheiro que ainda não entrou nos cofres do município. Parte do valor será destinada para o combate à doença, e o restante para suprir as perdas de arrecadação que o município teve até o momento.

Veja a coletiva na íntegra abaixo:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.