Domingo, 12 de Julho de 2020 12:55
89 98115-5652
Dólar comercial R$ 5,32 -0.374%
Euro R$ 6,01 -0.33%
Peso Argentino R$ 0,08 -0.53%
Bitcoin R$ 52.030,7 +0.023%
Bovespa 100.031,83 pontos +0.88%
Notícias BRASIL

Câmara aprova projeto que aumenta limite de pontos e validade da CNH

Proposta foi aprovada pelos parlamentares com placar de 353 votos a 125.

24/06/2020 09h34
Por: Felipe/Gilbués Fonte: R10
Câmara aprova projeto que aumenta limite de pontos e validade da CNH

A Câmara dos Deputados aprovou nessa terça-feira o texto principal de projeto do Poder Executivo que modifica o Código de Trânsito Brasileiro, com um placar folgado de 353 votos a 125.

Entregue ao Congresso pessoalmente pelo presidente Jair Bolsonaro em 2019, o projeto foi alvo de críticas de parlamentares da oposição, por considerarem que flexibiliza as regras de trânsito em um país já marcado por altos índices de acidentes.

Na tentativa de adiar a votação, a oposição defendeu que a Casa deveria se debruçar sobre matérias voltadas ao combate à Covid-19. Foram apresentados requerimentos de retirada de pauta e de adiamento da discussão, todos rejeitados.

O texto aprovado na forma de um substitutivo do deputado Juscelino Filho (DEM-MA) aumenta a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para dez anos e vincula a suspensão do direito de dirigir por pontos à gravidade da infração, segundo a Agência Câmara.

A atual validade da CNH de 5 anos fica mantida para condutores com mais de 50 anos, mas foi estendida pelo projeto para 10 anos àqueles com idade inferior a 50 anos.

A exigência de renovação a cada três anos passa a ser apenas para motoristas a partir de 70 anos, e não mais a partir dos 65 anos, ainda segundo a agência de notícias.

O texto, que ainda pode ser alterado decorrer da análise de emendas a serem votadas separadamente, prevê ainda a renovação a cada 5 anos para os que exercem a atividade remunerada de condutores.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.