Terça, 04 de Agosto de 2020 05:22
89 98115-5652
Dólar comercial R$ 5,31 1.834%
Euro R$ 6,25 +1.688%
Peso Argentino R$ 0,07 +1.662%
Bitcoin R$ 63.674,39 -0.603%
Bovespa 102.829,96 pontos -0.08%
Notícias CURIMATÁ-PI

Curimatá: Mulher atacada pelo ex não consegue reimplante e perde a mão

Vítimas estão bastante abaladas e recebem acompanhamento psicológico.

23/07/2020 09h57 Atualizada há 2 semanas
Por: João Victor Fonte: Cidade Verde
Curimatá: Mulher atacada pelo ex não consegue reimplante e perde a mão

O Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, informou que não será possível fazer a cirurgia para reparar a mão de Andreia Alves dos Santos. A mulher e e Ailton Fernandes de Sousa, ambos de 36 anos, tiveram os membros decepados  com um facão pelo ex-marido de Andreia, na noite dessa terça-feira (21), na cidade de Curimatá.

Ailton é irmão do suspeito do crime, que até o início da noite dessa quarta-feira (22) ainda está foragido.  Segundo informações do hospital,  Andreia e Ailton estão muito abalados e passam por acompanhamento psicológico.

A amputação foi na mão direita de Andreia e do Ailton na mão esquerda, no nível do antebraço. A mão dela chegou a ser encontrada, mas não  foi possível fazer a reconstrução. Os dois também sofreram cortes nas pernas.

Os pacientes estão em enfermaria com proteção da Polícia Militar.  A médica Márcia Dias, coordenadora médica do Hospital, que não foi possível a reconstrução da mão de Andreia porque quando vítima chegou ao hospital já havia transcorrido mais de 8 horas do crime.

Apesar da gravidade das lesões, tanto Andreia como Ailton estão clinicamente bem.

O crime bárbaro chegou os moradores de Curimatá. Segundo a Polícia Civil, o ex-marido de Andreia  havia chegado do estado do Mato Grosso após ter conhecimento que o irmão estaria mantendo um relacionamento amoroso com sua ex-esposa.

A polícia segue em diligência para tentar prender o autor do crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.