Domingo, 20 de Setembro de 2020 15:13
89 98127-8118
Dólar comercial R$ 5,38 2.768%
Euro R$ 6,38 +2.776%
Peso Argentino R$ 0,07 +2.874%
Bitcoin R$ 62.059,76 +0.033%
Bovespa 98.289,71 pontos -1.81%
Notícias REDENÇÃO-PI

Prefeitura de Redenção repudia 'informações caluniosas' acerca do funcionamento do hospital

'Em momento algum, nestes últimos anos, o Hospital Municipal ficou um dia sequer fechado', diz trecho da nota de repúdio emitida.

09/09/2020 16h48 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação

A Prefeitura Municipal de Redenção do Gurgueia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, emitiu uma nota de repúdio aonde afirma que informações que circulam nas redes sociais dando conta de que o Hospital Municipal estaria fechado são caluniosas. Veja a nota na íntegra abaixo:

NOTA DE REPÚDIO

A Prefeitura Municipal de Redenção do Gurguéia PI, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem a público repudiar informações caluniosas divulgadas através do aplicativo whatsapp e facebook,  que visam unicamente ludibriar a população com matérias antigas, dando a entender de que o Hospital municipal está com seu atendimento suspenso.

No entanto, cumpre-nos lembrar que tais fatos pertencem à administração do então Prefeito Delano Parente.

A Secretaria Municipal de Saúde afirma que em momento algum , nestes últimos anos, o Hospital Municipal ficou um dia sequer fechado, sem atendimento à comunidade; esclarece ainda que a matéria a qual tenta desqualificar a imagem do serviço de saúde pública do município, é anterior a esta. Que, de fato, o Conselho Regional de Medicina - CRM, veio ao município, mas no ano de 2016, época em que visitou a Unidade Mista de Saúde, na qual constatou várias irregularidades.

O Departamento Jurídico da prefeitura já está a par do caso e irá tomar todas as providências cabíveis ao caso, face a cada publicação postada em grupos de redes sociais como whatsapp e facebook, acerca da produção e compatilhamento das informações falsas, inclusive por meio de aplicativos particulares e será lavrado um Boletim de Ocorrência instando todos os envolvidos identificados.

Os responsáveis poderão ser civilmente e criminalmente condenados por calúnia, difamação, danos morais e crime virtual.

A medida é extrema, mas necessária, considerando que para além do próprio sistema de saúde  que fora posto em cheque, há uma acintosa campanha difamatória para manchar a honradez de toda uma equipe de gestão responsável pela Saúde, por meio da propagação de falácias irresponsáveis com fins eleitoreiros.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.