Quarta, 21 de Outubro de 2020 13:44
89 98127-8118
Dólar comercial R$ 5,61 -0.04%
Euro R$ 6,66 +0.46%
Peso Argentino R$ 0,07 -0.21%
Bitcoin R$ 76.127,17 +7.293%
Bovespa 101.115,84 pontos +0.57%
Notícias ALVORADA-PI

Acusado de assassinar agente de saúde em Alvorada vira réu na Justiça

Vítima foi morta a facadas pelo ex-companheiro, segundo a PM.

30/09/2020 08h38 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação
Acusado de assassinar agente de saúde em Alvorada vira réu na Justiça

O juiz Anderson Brito da Mata, da Vara Única da Comarca de Cristino Castro, recebeu denúncia do Ministério Público Estado do Piauí (MPPI) contra Antônio Neto de Sousa, acusado de assassinar sua ex-esposa, a agente de saúde Helena Pereira da Silva, de 45 anos, a tiros e facadas no dia 5 de setembro, no município de Alvorada do Gurguéia, distante 386 km de Teresina.

O magistrado determinou a citação pessoal do acusado, para responder à acusação por escrito, no prazo de 10 dias. Assim, deve constar na resposta, seus argumentos preliminares e alegações sobre tudo o que interessar à sua defesa, como oferecer documentos e justificações, especificar as provas pretendidas e incluir testemunhas.

“Cite-se o acusado, pessoalmente, para responder à acusação, por escrito, no prazo de 10(dez) dias. Saliente-se ao acusado que na resposta, o mesmo poderá arguir preliminares e alegar tudo que interesse a sua defesa, oferecer documentos e justificações, especificar as provas pretendidas e arrolar testemunhas, até o máximo de 8 (oito), qualificando-as e requerendo sua intimação, quando necessário”, destacou.

Entenda o caso

Helena Pereira da Silva, de 45 anos, foi assassinada a tiros e facadas na zona rural do município de Alvorada do Gurgueia. Segundo o major Evandro, do 19º Batalhão da Polícia Militar do Piauí, contou que o ex-marido da vítima, que não tinha se conformado com o término do relacionamento, realizou o crime.

“Quando nossa equipe chegou ao local encontrou a senhora morta dentro do quarto da residência. Pelo corpo ela tinha várias perfurações que aparentavam ser de faca e também uma que pode ter sido provocada por um disparo de arma de fogo. O principal suspeito do crime é o ex-marido dela”, disse.

Antônio Neto foi preso dois dias depois escondido em uma casa no Centro. Após a prisão, ele foi encaminhado para a Delegacia da Mulher de Bom Jesus, para os procedimentos necessários.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.