Quarta, 21 de Outubro de 2020 15:45
89 98127-8118
Dólar comercial R$ 5,61 -0.11%
Euro R$ 6,65 +0.37%
Peso Argentino R$ 0,07 -0.33%
Bitcoin R$ 75.828,69 +6.949%
Bovespa 101.068,86 pontos +0.53%
Notícias PIAUÍ

Coronavírus sobrevive por até 28 dias em nota de dinheiro e tela de celular

Pesquisa reforça importância de medidas de prevenção ao contágio como lavagem das mãos e desinfecção de superfícies

13/10/2020 08h20
Por: Redação
Coronavírus sobrevive por até 28 dias em nota de dinheiro e tela de celular

Uma nova pesquisa realizada pela Agência Nacional de Ciência da Austrália mostra que o coronavírus pode sobreviver por até 28 dias em superfícies como cédulas de dinheiro, telas de celulares ou objetos de aço inoxidável.

O trabalho aumentou as evidências de que: o coronavírus sobrevive mais tempo temperaturas mais baixas; tende a sobreviver mais tempo em superfícies não porosas ou lisas, como vidro, aço inoxidável e vinil, em comparação com superfícies complexas porosas, como tecidos; sobrevive mais em notas de papel do que em notas de plástico.

Os resultados da pesquisa foram publicadas no Virology Journal. O presidente-executivo da Agência Nacional de Ciência da Austrália, Larry Marshall, afirmou que as novas informações contribuem para evitar a disseminação do vírus.

“Estabelecer por quanto tempo o vírus realmente permanece viável em superfícies nos permite prever e mitigar sua disseminação com mais precisão, além de proteger melhor nosso povo”, disse Marshall.

Estudos anteriores já haviam alertado para a capacidade de sobrevivência do coronavírus em superfícies, reforçando a necessidade de medidas de desinfecção dos ambientes e a higienização das mãos.

A principal forma de contágio da Covid-19, no entanto, é o contato com gotículas contaminadas expelidas por pessoas que têm o vírus.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.