Terça, 01 de Dezembro de 2020 18:26
89 98127-8118
Dólar comercial R$ 5,23 -2.215%
Euro R$ 6,3 -1.41%
Peso Argentino R$ 0,06 -1.113%
Bitcoin R$ 105.384,31 -2.251%
Bovespa 0, pontos 0%
Notícias PIAUÍ

Acusado de explodir banco no PI mata morador ao tentar fugir da PM

Criminoso foi preso após uma fuga.

27/10/2020 16h16
Por: Redação Fonte: GP1
Acusado de explodir banco no PI mata morador ao tentar fugir da PM

Um morador que andava de bicicleta em uma estrada na zona rural de José de Freitas, morreu na tarde desta terça-feira (27) após ser atropelado por um dos acusados de explodir e roubar o Banco do Brasil de Miguel Alves. O criminoso estava tentando fugir da Polícia Militar em um veículo de modelo Sandero roubado. Durante a fuga, a dona do carro foi mantida refém pelo suspeito.

Em entrevista ao GP1, o secretário de Segurança Pública do Piauí, coronel Rubens Pereira, informou que o criminoso roubou um veículo na cidade de União e fez a motorista refém. Durante uma perseguição, o bandido atropelou um morador da localidade, que foi a óbito no local. A dona do carro foi liberada sem ferimentos graves.

“O que sabemos até o momento é que um dos suspeitos roubou um carro e a motorista foi mantida como refém. Nesse momento, foi dado início a uma perseguição policial. O acusado atropelou e matou um morador em uma estrada na zona rural de José de Freitas. Ele foi alcançado pelos policiais e preso. A refém foi liberado sem ferimentos graves”, informou o coronel.

Um criminoso morto

Um dos suspeitos de roubar e explodir a agência do BB do município de Miguel Alves foi morto na quarta-feira (14) durante uma troca de tiros com policiais da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI). Os assaltantes estão há 12 dias em fuga.

O secretário de Segurança Pública do Piauí, coronel Rubens Pereira, confirmou ao GP1, que o confronto ocorreu em uma região de mata entre as cidades de União e Miguel Alves. Durante a troca de tiros, um dos criminosos foi morto. Outros seis bandidos estão cercados pela polícia.

Entenda o caso

Criminosos fortemente armados explodiram, na madrugada de domingo, 4 de outubro, uma agência do Banco do Brasil na cidade de Miguel Alves. Durante a fuga, os bandidos trocaram tiros com a polícia e levaram cinco reféns que estavam nas proximidades da agência.

Segundo o sargento Adalberto, da Polícia Militar da cidade, a guarnição foi informada sobre a explosão por volta das 3h17 da madrugada.

“Nós estávamos de serviço quando ligaram e informaram que cerca de 10 bandidos armados tinham explodido o banco. Nós fomos ao local, eles dispararam contra nossa equipe e houve troca de tiros. O banco ficou totalmente destruído por causa da explosão e parece que ainda tem bomba que ainda não foi detonada dentro da agência”, contou o sargento ao GP1.

Durante a fuga, os bandidos trocaram tiros com a polícia e ainda levaram cinco pessoas de refém. O sargento explicou que eles foram liberados logo na saída da cidade e que dois carros, provavelmente utilizados na fuga, foram queimados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.