Segunda, 18 de Janeiro de 2021 23:08
89 98127-8118
Dólar comercial R$ 5,3 0.009%
Euro R$ 6,41 +0.03%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.14%
Bitcoin R$ 207.048,15 +1.825%
Bovespa 121.241,63 pontos +0.74%
Notícias BRASIL

Morre, aos 89 anos, o cantor Genival Lacerda, vítima de Covid-19

Músicas como: ‘Severina Xique-Xique’, ‘De quem é esse jegue?’, ‘Radinho de Pilha’, ‘Mate o Véio’ e ‘Quem Dera’.

07/01/2021 09h55 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Morre, aos 89 anos, o cantor Genival Lacerda, vítima de Covid-19

Morreu, nesta quinta-feira (7), vítima de Covid-19, o cantor e compositor paraibano Genival Lacerda, aos 89 anos. Ele estava internado na unidade de terapia intensiva (UTI) de um hospital particular em Recife desde o dia 30 de novembro. A família chegou a fazer campanha de doação de sangue para o artista.

Genival Lacerda já enfrentava problemas de saúde. Em maio deste ano, ele sofreu um acidente vascular cerebral isquêmico (AVCI). O artista ficou fazendo tratamento em casa, mas com dificuldades. Em julho, colegas de profissão fizeram uma live solidária para arrecadar recursos para o tratamento dele. Entre as atrações do evento estavam Elba Ramalho, Flávio José, Waldonys, Tato (Falamansa) e Fernanda Takai (Pato Fu).

A morte do cantor e compositor paraibano foi confirmada pelo filho dele, nas redes sociais. No Instagram Story, Genival Lacerda Filho apenas escreveu: ‘Painho faleceu’. Ainda não há informações sobre o sepultamento do cantor.

O artista

Genival Lacerda nasceu em Campina Grande, em 5 de abril de 1931. Na década de 50, foi morar em Pernambuco, onde gravou seu primeiro disco, que tinha como faixa principal a música ‘Coco de 56’. Em 1964, Genival se mudou para o Rio de Janeiro, por influência de Jackson do Pandeiro. Lá, o paraibano trabalhou em casas de forró e gravou um LP.

O sucesso e a projeção nacional vieram em 1975, quando Genival Lacerda lançou a música ‘Severina Xique-Xique’. Entre outros sucessos do paraibano, estão ‘De quem é esse jegue?’, ‘Radinho de Pilha’, ‘Mate o Véio’ e ‘Quem Dera’.

Genival já recebeu títulos de Cidadão Pernambucano no ano de 2011 e de Recife no ano de 2016, sendo assim considerado um filho da terra pelos serviços prestados à cultura do estado. Ele também recebeu título de Cidadão Baiano em 2016, chegando a gravar com a baiana Ivete Sangalo a canção ‘Chevete da Menina’.

Luto oficial

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, decretou luto oficial de três dias pela morte de Genival Lacerda. Em nota, a PMCG destacou que o cantor é um “ícone da música regional” e lembrou que, em 2016, ele recebeu a Medalha de Mérito Cultural Ronaldo Cunha Lima, em sessão especial na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.