Segunda, 18 de Janeiro de 2021 23:09
89 98127-8118
Dólar comercial R$ 5,3 0.009%
Euro R$ 6,41 +0.03%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.14%
Bitcoin R$ 207.048,15 +1.825%
Bovespa 121.241,63 pontos +0.74%
Notícias BOM JESUS-PI

Idosos de 93 e 95 anos são presos em banco de Bom Jesus ao tentar dar golpe

Outras três pessoas foram presas.

08/01/2021 19h22 Atualizada há 1 semana
Por: Redação
Idosos de 93 e 95 anos são presos em banco de Bom Jesus ao tentar dar golpe

Dois idosos, de 93 e 95 anos, estão entre os presos de uma operação contra fraudes a benefícios do INSS deflagrada ontem (07) na cidade de Bom Jesus. Eles são suspeitos de tentativa de estelionato e associação criminosa. 

De acordo com a polícia, os idosos, identificados apenas pelas iniciais F.M.O (93) e F.S.A (95), tentavam retirar benefícios previdenciários utilizando documentos falsificados. Eles são naturais do estado do Maranhão e estariam em Bom Jesus apenas para a prática. 

"Eles se passavam por outras pessoas para poder sacar o benefício delas, utilizando documentos falsos" informou o delegado Jucier Santos, titular da Delegacia Regional de Bom Jesus.

A prisão aconteceu após denúncia de que um homem estaria utilizando documentos falsos para retirada de benefício. Após a comprovação do crime, policiais tiveram acesso a imagens de câmeras de segurança da agência, onde foi verificado que o suspeito contava com a participação de outras pessoas na prática criminosa, localizadas e presas posteriormente.

Ainda de acordo com a Polícia, a idosa F.S.A (95) foi detida utilizando uma cadeira de rodas, que seria apenas um disfarce. "Ela utilizava a cadeira apenas para praticar o golpe", informou o delegado. 

Além dos dois idosos, outras três pessoas foram presas, dois homens e uma mulher. Dois deles atuavam como acompanhantes dos idosos durante a tentativa de golpes. O outro era o motorista do grupo. 

O Delegado Jucier Santos, titular da Delegacia Regional de Bom Jesus,  informou que existe a suspeita de participação de outras pessoas no grupo que tentava sacar benefícios. Segundo ele, as investigações devem continuar para tentar identificar outros possíveis envolvidos e os demais detalhes do esquema, como a origem dos documentos falsificados. 

Os cinco suspeitos permanecem presos, aguardando manifestação judicial. Eles devem ser indiciados por tentativa de estelionato e associação criminosa. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.