Quinta, 04 de Março de 2021 15:24
89 98127-8118
Dólar comercial R$ 5,61 -0.955%
Euro R$ 6,74 -1.24%
Peso Argentino R$ 0,06 -1.15%
Bitcoin R$ 287.739,83 -4.559%
Bovespa 112.911,02 pontos +1.55%
Notícias PIAUÍ

'Vamos às ruas contra esse decreto do Governo', diz presidente da Fecomercio

O documento publicado pelo Governo do Piauí restringe o funcionamento do comércio, bares, restaurantes, casas de show e shopping centers.

27/01/2021 11h14
Por: Redação Fonte: GP1
'Vamos às ruas contra esse decreto do Governo', diz presidente da Fecomercio

O presidente da Federação do Comércio do Piauí (Fecomercio-PI), Valdeci Cavalcante, reagiu ao novo decreto publicado pelo Governo do Estado do Piauí, que restringe o funcionamento do comércio, além de bares, restaurantes, casas de show e shopping centers, com objetivo de frear o avanço da covid-19. Em entrevista ao GP1 na noite dessa terça-feira (26), Valdeci Cavalcante afirmou que vai às ruas junto com a população contra o novo decreto estadual.

“Nós vamos reagir, a população vai reagir, nós vamos às ruas contra esse decreto do Governo do Estado. Eu vou conclamar a população para ir às ruas, para não obedecer, porque é um absurdo esse confinamento das pessoas. Isso já demonstrou que não serviu para coisa nenhuma, e continua sem servir”, afirmou o presidente da Fecomércio.

Conforme o representante do comércio piauiense, essas novas restrições vem em um momento em que a economia do estado estava renascendo após ser drasticamente afetada com as medidas de isolamento do início da pandemia.

“Governo e Prefeitura destruíram a economia. Só em setembro que voltamos a renascer, mas agora o governo já vem com esses decretos novamente. Por isso, iremos reagir e o governador vai sentir a força da população. Iremos fazer manifestações grandes contra essas medidas, eu respeito o governador, mas isso é inadmissível”, frisou Valdeci Cavalcante.

Valdeci destacou que a principal ação do estado seria priorizar o fortalecimento da rede de saúde, que poderá sofrer com o aumento na demanda. “Isso é a demonstração maior do despreparo do Governo, porque fez hospitais de campanha, gastou dinheiro, desmontou os hospitais e agora vai montar os hospitais novamente”, finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.