Domingo, 18 de Abril de 2021 20:08
89 98127-8118
Notícias PIAUÍ

Procon notifica bancos por aglomerações em filas no Piauí

Foram cobradas medidas sanitárias mais eficazes.

06/04/2021 14h32 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação - Portal B1 Fonte: GP1
Procon notifica bancos por aglomerações em filas no Piauí

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), realizou reunião por videoconferência nesta segunda-feira (05) com representantes dos bancos situados no Piauí, para cobrar medidas sanitárias mais eficazes de prevenção à covid-19. As empresas vão ser vão ser notificadas pelo Procon e deverão apresentar defesa escrita no prazo de 15 dias.

De acordo com o Procon, a reunião foi motivada pelas constantes filas com aglomerações, sem o devido distanciamento, nas agências em todo o estado. O órgão ressaltou que, conforme consta em decreto estadual, cabe aos bancos controlar as filas.

O promotor Nivaldo Ribeiro, coordenador do Procon, destacou que é uma competência do órgão fiscalizar e cobrar o cumprimento de tais medidas, pois dizem respeito aos direitos básicos do consumidor.

 “A exigência do cumprimento das medidas sanitárias é também competência do Procon, já que envolve direitos básicos e essenciais do consumidor, como o direito à saúde, segurança e direito à informação”, afirmou Nivaldo Ribeiro.

O que dizem os bancos

Os representantes da Caixa Econômica Federal afirmaram que vêm atualizando os protocolos desde o início da pandemia, diante do fato de ser um banco com maior demanda por conta dos pagamentos do Auxílio Emergencial. A Caixa informou ainda que vai solicitar apoio das prefeituras para o controle das filas.

O Banco Santander disse que vai encaminhar uma lista com todos os protocolos utilizados no estado, afirmou que está fazendo acompanhamento dos funcionários e garantindo a sanitização dos espaços e equipamentos e está disponibilizando EPIs em cada agência.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.